O Valor de um Bom Repouso e da Serenidade 

  Hoje em dia pela vida acelerada que levamos nem sempre damos o devido valor ao dormir bem e a um coração sereno.

A sociedade atual e estilos de vida modernos fazem-nos crer que precisamos a toda a hora de todo o tipo de estimulantes, mas saiba-se que um repouso eficaz à noite é mais importante para a saúde geral e uma longevidade equilibrada do que andar a 300km/hora durante o dia.

  Muitas das doenças degenerativas do cérebro que proliferam hoje na sociedade, são o reflexo de um não escutar o corpo quando ele dialoga conosco avisando que não está conseguindo dormir bem, ou uma articulação que dói há 2 semanas, ou que anda a ter torcicolos recorrentes como se isso fosse algo normal.

 

Nesse sentido, trago hoje os Dez Mandamentos da Serenidade recomendados por Sua Santidade, João XXIII, conhecedor das fraquezas e dificuldades do homem contemporâneo, em se comportar serenamente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vale a pena ler e compreender:

 

1 – Só por hoje, tratarei de viver exclusivamente este meu dia, sem querer resolver os problemas da minha vida, todos de uma vez;

2 – Só por hoje, terei o cuidado de tratar todos com delicadeza; não criticarei nem pretenderei melhorar ou disciplinar ninguém , senão a mim próprio;

3 – Só por hoje, sentir-me-ei satisfeito, com a certeza de ter nascido para ser feliz, não só na vida eterna, mas também neste mundo;

4 – Só por hoje, adaptar-me-ei às circunstâncias, sem pretender que as circunstâncias se adaptem aos meus desejos;

5 – Só por hoje, dedicarei alguns minutos do meu tempo a uma boa leitura, porque tal como é preciso alimentar-me para fortalecer o meu corpo, também a leitura é necessária para fortalecer a vida da minha alma;

6 – Só por hoje, praticarei uma boa ação sem contá-la a ninguém;

7 – Só por hoje, farei algo que me custe fazer e se alguém for inconveniente para comigo desculpá-lo-ei;

8 – Só por hoje, procurarei cumprir com todas as minhas tarefas. Talvez não as execute com a máxima perfeição, mas vou porém resguardar-me de duas calamidades, a pressa e a indecisão;

9 – Só por hoje, ficarei bem firme na fé de que a Divina Providência se ocupa de mim, ainda que as circunstâncias indiquem o contrário;

10 – Só por hoje, não terei receio de acreditar que a bondade não se ausentará do meu coração do Homem, e que tudo farei para fruir todos os momentos belos que a Natureza e o Homem possam proporcionar.

 

Concerteza que quem se orientar por estes Dez Mandamentos da Serenidade, viverá mais em Paz consigo mesmo e com os outros.

Se mesmo assim tiver problemas em dormir, ansiedades recorrentes, dores e dúvidas em como pode desfrutar de mais qualidade e serenidade de vida, entre em contato conosco. Iremos até sua casa para lhe garantir soluções, conforto e alívio imediato.

 

Para mais informações e questões acerca do seu caso específico entre em contato.

Bruno Gonçalves (Naturopata e Osteopata)